domingo, 1 de setembro de 2013

Ex-assessor da Casa Civil é preso acusado de estupro

assessor preso
Alegando inocência, o ex-assessor da Casa Civil Eduardo Gaievski, denunciado por estupro de menores e favorecimento de prostituição, chegou por volta das 16h30 deste sábado (31) no 3° Distrito da Polícia Civil, nas Mercês, em Curitiba.
Ele foi preso em Foz do Iguaçu, na fronteira do Paraná com o Paraguai, e estava foragido desde a última sexta-feira (23). Na chegada, Gaievski, que é ex-prefeito de Realeza (547 km de Curitiba), afirmou que “jamais” abusou das jovens, conforme denúncia do MP-PR (Ministério Público do Paraná) e que não pretendia fugir para o Paraguai. “Tudo vai ser esclarecido”, disse.
O delegado Rafael Vianna, responsável por comandar a equipe policial que prendeu o ex-assessor, afirmou que Gaievski estava escondido em um apartamento de parentes na cidade fronteiriça. “Ele afirmou que é inocente e não resistiu à prisão”, disse o delegado ao UOL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário